quarta-feira, 2 de novembro de 2011

the most random things.



E de repente eu me tornei tão sensível.
- queimei a língua com café e sujei minha mão com caneta. 
às vezes tenho que engolir o choro nas aulas de matemática (acabo chorando no banheiro)
e fingir que não me importo quando vejo você falando dela.
-  a essa altura meus olhos ardem de tanta maquiagem e eu tropeço nos meus próprios pés.
Eu tento mostrar que está tudo bem e que eu estou me recuperando de toda essa insanidade mas acho que as pessoas pararam de acreditar nessa bobagem - eu mesma nunca acreditei.
Talvez seja por isso que ninguém confia mais em mim. Ou se preocupa comigo.
talvez todos vocês realmente sintam-se mais felizes sem a minha presença desagradável e suspeita ao lado.  
(pena que eu ainda não aprendi a me desapegar de algo que nem existe mais.)
acho que eu sou a prova viva de que quem gosta de geléia de amora e tem mente mafiosa, foi feito para ficar sozinho.

triste. eu sempre gostei de geléia.

3 comentários:

  1. Linda combinação, palavras tristes...

    ResponderExcluir
  2. Escreve bem pakas hein ? Gostei, e tô seguindo 1bj ;*
    i-dads.blogpspot.com

    ResponderExcluir